Quanto tempo vai demorar para eu virar notícia?

Tá aí uma pergunta que faz parte do ranking das mais pedidas nas agências de comunicação. E, inegavelmente, ela é perturbadora tanto para nós  quanto para o cliente. São anos de experiência na construção de imagens de empresas que nos fizeram chegar a este momento em que, enfim, parece justo responder a essa pergunta sem rodeios: só depende da qualidade da informação a ser transmitida. Simples assim.

Em um cenário em que cada vez mais a notícia é encarada como commodity, é preciso ser diferente, relevante e trazer à baia o inusitado. Essa é uma tarefa complexa, pois as corporações – independente do porte e do histórico passado – não têm o olhar jornalístico para avaliar o que realmente pode ser interessante para o grande público. “Que é necessário sair da ilha para ver a ilha”, diria José Saramago, em frase que nos ajuda a entender esse raciocínio. Difícil, mas não impossível se direcionado por quem entende do assunto.

E é aí que entra a importância do relações públicas. Mais do que um farejador de manchetes, cabe a esse profissional a missão de organizar a comunicação institucional,  considerando o nível de maturidade do negócio, seus objetivos, público-alvo e canais de transmissão pertinentes. Não se prenda a um press release bem construído ou uma estratégia marketing superlativa, a magia está na coerência do discurso entoado em coro por todos que compõem a instituição e para além da conversa com o jornalista.

Porque contratar uma “assessoria de imprensa” não é mais o suficiente. O que sua empresa realmente necessita é de uma estratégia que vá além do texto padrão e follow up. E é por isso que chegamos ao momento de reeducar o mercado e mostrar que um novo horizonte está batendo à porta. Através da nossa tríade conteúdo, relacionamento e ativação, estamos levando o novo para os nossos clientes. A inquietude deles nos move. Por isso, bem-vindo à nova Digital Trix.

Ouça nossos podcasts no Spotify

Ir para o Spotify
  • Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos no seu e-mail: