The war is over. PR won!

Não faço assessoria de imprensa. Nunca fiz isso. Descobri há pouco tempo ao participar de um evento em São Paulo. Pratico Comunicação Corporativa. Quando penso no que eu faço, consigo chegar a uma Comunicação 360o, que reúne uma completa gama de serviços muito além do release ou de um mailing bem refinado de jornalistas. Não quero molestar colegas com e-mails e mais e-mails. Busco o refinamento do contato com um assunto relevante que ganhe aderência e a empatia imediata. Atuo com comunicação corporativa há mais de 10 anos e sempre fiz assim.

As redações andam muito enxutas e os jornalistas não conseguem atender a todas as sugestões, mesmo por que, muitas delas não são assim – “uma Brastemp”!

As empresas precisam de profissionais que sejam competentes na hora de propagar a mensagem que elas tem a falar. Vejam bem, propagar a mensagem institucional sem fazer publicidade, mas atuando de forma assertiva na hora de conversar com o jornalista e pensar em uma pauta, ou como conteúdo relevante, ou como case fundamentado, não apenas para participar de prêmios. Contamos boas histórias corporativas que podem fazer a diferença na vida das pessoas ou seguindo com o oficio de informar.

Bons temas empresariais e um bom contato na imprensa é o que move a comunicação corporativa nos dias de hoje. Tem também o release, a nota, o mailing apurado, o melhor momento para falar com determinado jornalista. Mas o mais importante é que o Profissional de Comunicação Corporativa precisa estar atento para imprimir a digital da empresa no meio jornalístico relevante.

O trabalho do profissional de comunicação ou PR precisa ser pensado como o de um bom estrategista de comunicação sempre ligado ao marketing. Somos uma ferramenta atrelada diretamente ao departamento de marketing e precisamos fortalecer sempre esse elo. O PR precisa ser um agente atuante nas decisões de comunicação da empresa, ora com os colaboradores, ora com os interlocutores externos e ora com os clientes. O PR é o porta-voz da empresa na hora de comunicar qualquer evento. O básico nunca deve ser esquecido – comunicar é o ato de tornar comum alguma coisa – e tornar comum uma mensagem corporativa precisa ser totalmente absorvida pelo PR, antes de qualquer coisa, o profissional focado na comunicação da empresa precisa ter o total controle da informação/pauta, para que ele consiga traçar a estratégia assertiva no plano de divulgação do assunto.

Precisamos colocar inteligência em tudo que fazemos, sempre foi assim. Tudo que é feito com inteligência não fica desperdiçado nas gavetas ou esquecido nas caixas de e-mails dos colegas. Quando eu comecei, depois que saí da faculdade, minha primeira pauta era um evento de games em São Paulo. Naquela época eu fazia uma revista de games e o dono da publicação me desafiou – levar imprensa para um evento que começaria em dois dias. Eu não tinha disponível um banco de dados de jornalistas que cobrisse aquela pauta e o que eu fiz foi o beabá. Escrevi um texto, busquei contatos de veículos e sentei ao lado de um fax. Passei a tarde toda, ligando, falando com pauteiros e mandando o fax com a sugestão. Resultado – no dia do evento – os principais jornais deram a agenda, as TVs e as rádios marcaram presença, e dali saiu minha primeira ação bem sucedida em Comunicação Corporativa.

Hoje eu não tenho fax. Falo com jornalistas do mundo inteiro. Passo minha sugestão via Whatsapp, Facetime, Linkedin e até via email. Mas antes de qualquer sugestão ou modo de comunicação nosso desafio é pensar estratégias para tornar comum a mensagem corporativa que precisa ser transmitida, mas que, também, possa fazer a diferença na vida das pessoas. Se você quer fazer divulgação de release, cuide-se, você é assessor de imprensa e seus dias estão contados.

Mas se você, pobre mortal, profissional que pensa em comunicação 360o  e, antes de qualquer coisa, busca montar e melhorar a estratégia de comunicação da empresa que atende para ganhar relevância nos veículos de imprensa, aí sim. Bem-vindo ao meu planeta, bem-vindo à Comunicação Corporativa, e é isso que a Digital Trix – Inteligência em Relações Públicas pratica há mais de seis anos.

Ouça nossos podcasts no Spotify

Ir para o Spotify
  • Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos no seu e-mail: