Análise SWOT e o seu papel na gestão da marca

A matriz FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) é uma derivação da análise SWOT, que nada mais é do que um acrônimo de Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats. A ferramenta de análise determina os primeiros passos da comunicação de uma marca.

Costumo dizer que a técnica é parecida com a bula do remédio que o jornalista adora ler antes de tomar, pois no meio corporativo o SWOT cumpre o papel de ser o nosso manual de instrução, a base que nos permite criar os primeiros insights de um plano estratégico eficiente.

É extremamente importante esmiuçar cada elemento interno/externo de uma empresa antes de traçar a melhor estratégia, pois assim como a bula de um remédio, as ameaças versus oportunidades precisam ser de conhecimento geral da agência de Relações Públicas que está à frente da comunicação. E não somente as ameaças. Os pontos fortes e fracos, fatores predominantes de um ambiente interno, ajudam no mapeamento e controle do fluxo organizacional.

Como o Relações Públicas utiliza a análise SWOT

A agência de Relações Públicas precisa investigar a fundo o histórico de atividades da empresa, bem como os seus dilemas e as suas contradições. Para isso, a matriz precisa ser criada por meio de perguntas concisas, com muita lisura em seus detalhes e que tragam informações sobre aspectos inerentes da marca como característica da equipe, background da empresa, relacionamento com intermediários, experiência com a imprensa, se há um discurso institucional uníssono e sólido, vantagens competitivas e posicionamento de mercado.

A partir dessas análises, já é possível ter uma visão mais abrangente dos negócios, pois é por meio da matriz que o profissional de RP consegue traçar as principais palavras-chave da marca e determinar qual será o seu posicionamento em três importantes pilares: ativação (geração de leads), relacionamento (entre seu público-alvo, seus funcionários e a imprensa em geral) e conteúdo multiplataforma (na disseminação de conceitos da marca, bem como a sua visão, missão e valor).

Quando você entende o modus operandi, você consegue ser assertivo na correção de possíveis deficiências e melhorar a imagem da empresa. Saber analisar um cenário, do micro para o macro, é determinante para ser eficiente na estratégia de comunicação a fim de entender quais caminhos a notícia deverá seguir e o que agência de Relações Públicas efetivamente irá comunicar.

Ouça nossos podcasts no Spotify

Ir para o Spotify
  • Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos no seu e-mail: